Bitcoin

Cartão da Binance; veja sobre a novidade no Brasil

Cartão da Binance

No final de janeiro de 2023, a maior corretora do mundo, Binance, anunciou o lançamento de seu cartão pré-pago no Brasil. Embora poucas pessoas saibam, ele pode ser extremamente útil. Veja agora como funciona o cartão da Binance.

Afinal, como funciona o cartão da Binance

Lançado no Brasil em 30 de janeiro, o cartão pré-pago da Binance aceita 13 criptomoedas, incluindo o Bitcoin, obviamente. Além disso o cartão possibilita o pagamento em mais de 90 milhões de estabelecimentos ao redor do mundo que aceite a bandeira Mastercard.

Segundo a corretora, o valor usado no cartão é convertido automaticamente, vendendo a moeda selecionada no preço em que se encontra o criptoativo naquele momento.

Quais criptomoedas podem ser usadas?

Até o momento, a corretora oferece cobertura para as seguintes criptomoedas:

Bitcoin (BTC), BNB Chain (BNB), BUSD, USDT, Ethereum (ETH), Cardano (ADA), Polkadot (DOT), Solana (SOL), Shiba Inu (SHIB), XRP, Polygon (MATIC) e Chainlink (LINK), além do fan token do Santos.

Taxas do cartão da Binance

O cartão da Binance cobra uma taxa de 0,9% por pagamento. Saques em caixas eletrônicos não são cobrados.

A corretora também disponibiliza o benefício de cashback de até 8%. Lembrando que a criptomoeda a ser utilizada pode ser escolhida e alterada no próprio app Binance.

Fase de testes

Ainda segundo a corretora, o produto se encontra em fase de testes, sem tempo determinado para o fim.

A chegada do cartão pré-pago da Binance reforça a entrada da maior corretora de criptomoedas do mundo em solo brasileiro, que é o 10° maior mercado para a empresa.

“O Brasil é um mercado extremamente relevante para a Binance e continuaremos a investir em novos serviços para os usuários locais, assim como contribuir para o desenvolvimento da blockchain e do ecossistema cripto no país”, relata Guilherme Nazar, diretor-geral da Binance para o Brasil.

Para Nazar, usar as criptomoedas como um meio de pagamento prático é um passo importante para o crescimento do mercado cripto como um todo e a Binance pode dar a largada para essa inovação, que também se expande para corretoras como a Crypto.com.

A Binance também citou um estudo recentemente, feito pela Mastercard, que afirma a o brasileiro é um dos maiores interessados nas criptomoedas.

Segundo o estudo, cerca de 49% dos consumidores afirmam terem feitos transações com criptomoedas nos últimos 12 meses. O número é acima da média global de 41%.

Ganhe dinheiro com os melhores traders do país! Acesse nossa sala de sinais e lucre como um profissional, copiando e colando! Acesse aqui!

Compartilhar
Compartilhar
José Messias

José Messias

Criador e idealizador da Eicripto.com, gestor financeiro, com experiência em bolsa de valores e criptomoedas.

Aprenda mais: